Cultura

A HORA DA JUSTIÇA

A vertiginosa queda de Bill Cosby

Bill Cosby, o carismático comediante e ator que durante décadas foi considerado um símbolo do progresso nas relações entre negros e brancos na América, servindo de inspiração para milhões de afroamericanos no país, foi condenado por uma corte na Philadelphia a uma pena que varia entre 3 e 10 anos de prisão.

O comediante de 81 anos de idade foi considerado culpado por ter abusado sexualmente de uma mulher dentro de sua casa no início dos anos 2000. Dentro da lei no estado da Pennsylvania não há prescrição para o crime de abuso sexual.

Esta dura sentença mostra a triste queda do alto do pedestal de uma das figuras mais carismáticas na cultura popular dos EUA das últimas 5 décadas. Bill Cosby foi considerado culpado por drogar e abusar sexualmente de Andrea Constand, uma ex funcionária da Universidade Temple. Segundo depoimento da vítima, na época o acusado era seu mentor. No julgamento que aconteceu recentemente, além de Constand estavam presentes mais nove mulheres que afirmaram terem sidas abusadas sexualmente desde o início dos anos 80.

Bill Cosby

O comediante Bill Cosby setenciado a uma pena que varia entre 3 e 10 por abuso sexual

Na declaração assinada por Andrea Constand, ela disse: “Provavelmente jamais saberemos a total extensão da sua vida dupla como um predador sexual. Porém, seu reinado de décadas de terror como estuprador em série terminou”.

Andrew Wyatt, representante de Bill Cosby, denunciou o veredito do lado de fora da Corte declarando “o julgamento mais racista e sexista na história dos Estado Unidos”. O representante invocou também a “guerra dos sexos” no país tentando colocar no mesmo patamar Bill Cosby e o juiz Brett Kavanaugh, indicado para a Suprema Corte e acusado de abusar sexualmente de um colega do ensino médio no final dos anos 80.

O time de advogados de Bill Cosby disse em Corte que o sexo entre seu cliente e Andrea Constand foi consensual. As pílulas, o comediante disse foi sómente para relaxá-la porque ela estava muito tensa.

Joseph P. Green, um dos advogados disse ainda que  a sentença do seu cliente deveria ter sido prisão domiciliar devido a sua idade avançada e ser clinicamente cego não representando risco algum por este motivo.

Nas escadarias na saída da Corte logo após a sentença, Jamal Dickinson, uma ex modelo, e uma das cinco testemunhas no caso declarou: “Meu coração esta saindo pela boca neste momento”. Ela afirmou a Corte que Bill Cosby a estuprou em 1982 depois de dar-lhe uma pílula.

Cosby family

The Cosby Show reinou absoluto na televisao nos anos 80 e 90

Camille Cosby, que sempre defendeu ardualmente seu esposo desta vez não esteve presente no julgamento. Através de sua assessora, Ebonee Benson, emitiu uma declaração acusando a promotoria de notória injustiça.

A sentença de Bill Cosby juntamente com sua confissão de drogar e abusar sexualmente de várias mulheres destruiu completamente a imagem que ele consttrui como um dos comediantes mais respeitados em Hollywood e o patriarca exemplar na famosa série The Cosby Show exibida mundialmente nos anos 80 e 90. O juiz Steves T. O’Neil negou o pedido de fiança dos advogados dizendo “na queda são os anjos quem sofrem mais”.

PS: O novo museu nacional da história e cultura afroamericana inaugurado o ano passado em Washington relegou a figura de Bill Cosby e seu legado cultural a um pequeno espaço dentro de suas galerias.

 

 

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s