GRANDE HOMENAGEM A UM PATRIOTA DE 100 ANOS.

Charles McGee World War II

Durante a Segunda Grande Guerra Mundial (1941-1945), a grande força dos aliados estava no poderio bélico dos Estados Unidos. Entretanto, uma grande mancha nas forças armadas norte-americana ficava por conta de sua brutal segregação racial entre seus soldados.

Este foi o fator crucial para a criação do famoso “Tuskegee Airmen” (Pilotos do Tuskegee), uma das unidades das força aérea dos EUA exclusivamente constituída por pilotos afroamericanos que com muita distinção ajudaram seu país a derrotar a poderosa Alemanha nazista com o apoio dos aliados.

Um desses pilotos patriotas é o coronel aposentado Charles McGee. O veterano piloto foi condecorado por suas participações em três guerras. No último dia 6 de Dezembro ele comemorou seu 100 aniversário. O senhor McGee sobrevoou a Itália durante a Segunda Grande Guerra Mundial. Sua importante missão era liderar outros pilotos de sua esquadra em escoltar os grupos de bombardeadores Americanos enquanto eles bombardeavam a Alemanha nazista.

Para proteger os vagarosos e instáveis bombardeadores, estes pilotos se metiam entre as equipes dos bombardeiros e os aviadores nazistas enviados para interceptá-los. Naturalmente suas coragens acabaram custando as vidas de muitos pilotos que morreram durante esta execpcional operação.

pilot Charles McGee and Nate Wilson

Charles E. McGee ao lado do piloto e amigo Nate Wilson

O senhor McGee escreveu sobre sua extraordinária experiência durante  a Segunda Grande Guerra Mundial. “O caça PS51-C era um modelo especial para os pilotos do Tuskegee. Nós pintamos a cauda dos nossos caças de vermelho, com isso os alemães sabiam com quem  eles estavam lidando. Os pilotos bombardeiros que protegíamos eram todos brancos. Éramos chamados por eles os ‘Anjos de Caudas Vermelhas'”.

Em 2012 o diretor de cinema Spike Lee contou um pouco desta história juntamente com o heroísmo de seus protagonistas no excelente filme “Red Tails”.

Inabalado pelo racismo que ele e outros pilotos encontravam mesmo servindo as Forças Armadas, o senhor McGee permaneceu no Exército depois do dia V-E e dia V-J. Ele voaria mais de 100 missões na guerra na Coréia e 172 missões na guerra do Vietnã. Tudo isto totalizando a extraordinária marca de 409 missões de combate quando ele se aposentou em 1973.

Sua carreira de heroísmo e resiliência foi reconhecida recentemente pelo Congresso dos EUA onde ele recebeu uma bela homenagem pelos seus serviços prestado ao país. A câmara dos deputados passou uma lei para promover o coronel Charles E. McGee a patente honorária de General Brigadeiro.

Seu nome estará para sempre vinculado a história como um dos grandes heróis militares dos Estados Unidos da América.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s