LICENÇA MATERNIDADE VS LICENÇA PATERNIDADE NA AMÉRICA

Licença Maternidade

47 Estados nos EUA não oferecem qualquer tipo de licença maternidade.

Dos países considerados mais industrializados no mundo, os Estados Unidos é o único que não paga licença maternidade. A exceção a esta regra fica sómente para os estados da Califórnia, New Jersey, Nova York e Rhode Island. Todos considerdos altamente liberais nas suas políticas públicas.

A vasta maioria dos trabalhadores nos EUA não tem acesso a qualquer tipo de benefício ou auxílio maternidade quando tem filhos. Os trabalhadores estão protegidos sómente pela FMLA(Family And Medical Leave em inglês), uma lei aprovada em 2013 pelo então presidente Barack Obama que garante uma ausência de até 12 semanas, mas sem qualquer compensação financeira.

Em compensação,  na pequena Dinamarca, por exemplo, há um programa público de 52 semanas pagas oferidas as famílias com filhos recem nascidos. Elas podem ser divididas entre o papai e a mamãe.

A licença maternidade não paga é especialmente dura com as mamães que geralmente passam a maior parte do tempo com os bebês sem receber qualquer pagamento quando tiram a licença maternidade.

De acordo com um estudo de 30 anos realizado pela socióloga Michelle Budig da Universidade de Massachusetts, Amherst, com mais de 12 mil participantes, ela descobriu que o soldo ganho pelas mulheres caem 4% com o nascimento de cada filho. A chamada “penalidade materna”. Enquanto isto, os pais ganham um adicional de 6% a mais conhecido como o “salto da paternidade”. Isto mostra claramente a disparidade no trabalho entre homens e mulheres. Por estas e outras razões está ganhando força no país a licença maternidade mandatória.

Licença Paternidade

Estudos mostram os beneficios da licença paternidade paga

De acordo com um artigo publicado recentemente no periódico The Wall Street Journal, muitos dos homens se recusam a tirar qualquer tipo de licença após o nascimento de seus filhos com medo de perderem espaços nas empresas onde trabalham.

É fato que há dois pesos e duas medias quando o assunto é qualquer tipo de licença. Os homens, geralmente os executivos, tiram licenças por diversas razões sem qualquer penalidade em suas carreiras. Quando os homens tiram licenças médicas ninguém sugere que eles não levam seus trabalhos a sério.

Então porque este tratamento diferenciados para uma mulher se ela resolve tirar alguns meses de licença na trajetória de uma carreira de mais de 30 anos numa empresa?

Segundo o ministério do trabalho, a licença paternidade trás benefícios a todos envolvidos. Longas licenças ajudam no relacionamento entre os pais e os filhos, e ajuda a longo prazo numa saúde melhor, e no lado cognitivo da criança.

Segundo um estudo apresentado pelo governo suiço, cada mês de licença tirada pelo pai, o salário da mãe tem um aumento de 6.7% num período de 4 anos.

Licença maternidade paga é uma poderosa alavanca que ajuda a atrair e manter talentos. Ela encoraja também um balanço entre os gêneros no local de trabalho. O que as pesquisas mostram é que a licença maternidade paga leva a um melhor desempenho corporativo tanto do homem como da mulher.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s