MÚSICA – O JAZZ ECLÉTICO DA PHILADELPHIA

Orrin Evans

O pianista de Jazz Orrin Evans

O pianista Orrin Evans tem 43 anos. Desde o meio dos anos de 1990 ele vem produzindo sutilmente o que é considerado por muita gente uma das produções mais ecléticas relacionadas a música Jazz das últimas duas décadas.

Recentemente Orrin Evans foi tema de um longo artigo no caderno de Cultura do periódico The New York Times onde ele falou sobre sua experiência como um jazzman pouco conhecido até mesmo pelos critícos profissionais da música Jazz. O músico raramente deixa sua base que é a cidade de Philadelphia.

A influentte revista Down Beat considerou Orrin Evans como a estrêla cadente de 2018 da música Jazz. Título que ele polidamente deu “uma banana”, afirmando entre outras coisas que se ficasse esperando pelo reconhecimento da prestigiosa revista poderia ser considerado uma estrêla apagada.

Filho de uma soprano e de um dramaturgo e professor universtário, Orrin Evans, tomou aula de musica na Philadelphia depois que terminou a faculdade e passou alguns anos estudando música na Universidade de Rutgers em New Jersey. Ele acabou desistindo no meio do caminho. Segundo ele os cursos nao acrescentavam em nada aquilo que ele estava buscando musicalmente.

Em Setembro de 2018 Orrin Evans deixou sua cidade natal numa das rara vezes para tocar com seu  grupo  Captain Black Band na casa de show Dizzy’s Club Coca-Cola, o lugar mais refinado da música Jazz em Nova York.

Captain Black Band é fruto de um projeto pessoal que ele montou com um grupo de músicos mais interessados em descobrir novas vertentes da música Jazz do que realmente ganhar dinheiro.

Além do seu trabalho musical, Orrin Evans também e mentor para jovens talentos. Ele geralmente usa sua casa onde mora com sua esposa e parceira de criação, Dawn Warren, como um espaço encubador.

Um dos frequentadores da sua casa é o jovem baterista Johnatan Michael  que não poupa elogios ao músico. “Ele simplesmente me convida para ir a sua casa para um rango. Não tem nada a ver o com comida, mas sómente com a comunidade e família. O que convenhamos tem tudo a ver com música”.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s