DOCUMENTÁRIO – BRASIL UMA HISTÓRIA INCONVENIENTE

Filme expõe a crueldade da instituição escravocrata brasileira.

Para aqueles que desconhecem a formação histórica brasileira, a primeira vista o país parece como um daqueles enormes parques de diversões. Tendo como suas principais atrações o Carnaval, o Samba, o Jogo Bonito, as praia,s e lógicamente sua população miscigenada.

Mas por trás destas atrações está a pertubadora história(que a sociedade em geral prefere não discutir) da maior população de africanos transformados em escravos nas Américas. Por mais irreal que possa parecer, o Brasil recebeu 10 vezes mais africanos em suas terras do que os Estados Unidos.

O excelente documentário Brazil – An Inconvenient History(2000) conta magistralmente como o país recebeu durante 350 anos 4 milhões de africanos que foram forçados a trabalharem como escravos para a formação do arcabouço da civilização brasileira.

Usando depoimentos contenmporâneos de especialistas e historiadores, o filme nos mostra o nefasto lado da história brasileira através dos olhares dos africanos escravizados.

Eles viviam em condições deploráveis tanto nas fazendas como nas cidades, expostos a todos os tipos de doenças. A vasta maioria dos escravos vivia sómente entre 7 e 10 anos no “Mundo Novo”. Por desobediência eram castigados horrívelmente. Em certos casos as punições duravam uma semana. Enretanto, os que tiveram a sorte de sobreviver a horrível travessia e os horrores da escravidão forjaram uma nova cultura unindo os elementos culturais africanos com a cultura portuguesa e em menor escala a cultura holandesa.

Esta fusão ajuda a explicar o Brasil contemporâneo, seu modo de vida, seus traços culturais e também muitas de suas mazelas.