EUA – PROTECIONISMO E ISOLACIONISMO NUM MUNDO GLOBALIZADO.

Make America Great Again

Donald Trump vira as costas para o mundo.

O presidente Donald Trump esta cumprido com aquilo que prometeu durante sua campanha para presidência em 2016. Ele está fazendo com que os EUA, um dos grande proponentes do livre comércio mundial virem as costas para o mundo globalizado. O recente anúncio do presidente taxando a importação  do aço e do aluminino em 25% e 10% respectivamente, é mais uma prova da sua mentalidade isolacionista e protencionista.

Economistas e acessores diretos não conseguiram fazer com que o presidente mudasse de idéia. Mesmo sendo avisado que esta atitude trará graves consequencias econômicas para o país. Para os  especialistas em comércio global, o presidente esta dando um tiro no pé. A arma provavelmente foi fornecida pela Associação Nacional dos Rifles (NRA em ingles)

Segundo o presidente, estes commodities são vitais para a soberania nacional. “Uma indústria forte de aço e alumínio é vital para a segurança nacional – absolutamente vital. Aço é aço, você não tem aço, você não tem um país”, disse o presidente em entrevista esta semana.

A decisão de sobre taxar aço e alumínio é táo absurda e sem sentido que Gary Cohn,  respeitdíssimo acessor econômico e ex executivo do banco Goldman Sachs, renúnciou seu posto esta semana por discordar da posiçao do presidente.

Donald Trump anúnciou a medida depois de reunir-se com executivos dos setores de alumínio e aço. Entretanto, detalhes mais específicos sobre as taxas e qual seria sua duraçao ainda não tinham sido divulgadas.

O ministro da Agricultura, Sonny Perdue, disse que está bastante preocupado com as possíveis retaliações contra as exportações dos produtos agrícolas. “Os EUA devem manter relações que fazem sentido com nossos aliados.”

O Canadá e o Mexico, parceiros dos EUA no acordo conhecido como Nafta( Acordo de Comércio Livre da América do Norte) ficaram isentos desta sobre taxa.

Donald Trump recebeu mais de 100 pedidos de políticos do seu próprio partido pedindo a ele para reverter sua posição. Muitos deles estao com medo de que o presidente começe uma guerra de comércio global com resultado negativos tanto para a econômia como para os trabalhadores norte americanos.

No mesmo dia em que o presidente anunciava as medidas econômicas em relação ao aço e alumínio, onze países assinavam um acordo de Tratado de livre comérico.

Conhecido como Acordo Abrangente e Progressivo de Parceria Transpacífica (TPP em inglês), o acordo conta com a adesão de Chile, Japão, Canadá, Austrália, Brunei, Cingapura, Malásia, México, Nova Zelândia, Peru e Vietnã. Um dos primeiros atos de Donald Trump como presidente foi retirar os EUA deste importante acordo. Segundo ele esta parceria não era favorável a seu país.

Segundo analistas do Instituto Peterson de Economia,este enorme acordo trará para a economia mundial quase US$150 bilhoes. Cada dia que passa Donald Trump mostra sua incapacidade como o grande homem de negócios que prometeu aos EUA ganhos espetaculares ao redor do mundo.